fbpx

Artigos

Congresso Escolha Educar

O Congresso Escolha Educar é um congresso multidisciplinar realizado pela Cooperativa de Solidariedade Social Múltipla Escolha e é um evento que contribui para a troca de ideias e boas práticas educativas.

A 1º edição do Congresso Escolha Educar realizou-se em 2019, na faculdade de Psicologia da Universidade do Porto. O Congresso Escolha Educar contou com a presença de vários oradores de renome, entre eles Ariana Cosme, Carlos Neto e o Vereador da Educação da Câmara Municipal de Matosinhos –  António Correia Pinto. Na totalidade participaram no congresso 350 pessoas, entre elas Professores, Educadores, Vereadores de Educação, Presidentes de Câmaras, Diretores de Agrupamento de Escolas, Diretores de Colégios Privados, alunos etc.

Este ano, o II Congresso Escolha Educar será realizado nos dias 29 e 30 de Abril no Fórum Cultural de Ermesinde, e terá como tema Principal “Educação como fator para a Inovação Social”.

O II Escolha Educar propõe uma reflexão sobre os diferentes métodos pedagógicos e uma conversa para debater de que forma os modelos educacionais podem transformar o paradigma atual. 

Dia 29 de Abril

Dia 30 de Abril

  • Deolinda Meira – Reflexões em torno da reserva de Educação e Formação Cooperativas
  • Helena Barbieri – Movimento da Escola Moderna
  • Celmira Macedo – Fundadora da Metodologia EKUI
  • Joana Rebelo – O método Montessori e a Perspectiva de Educação Infantil
  • Mónica Resende – Reggio Emilia um novo olhar para a Educação
  • José Pacheco – Educar na comunidade

O Centro de Acolhimento “Mãe d’ Água” é uma das valências da Irmandade da Santa casa da Misericórdia de Valongo. A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Valongo, é uma associação de fiéis, constituída na ordem jurídica canónica, com o objectivo de praticar a solidariedade social, concretizada nas obras da Misericórdia e de realizar actos de Culto católico de harmonia com o disposto no seu compromisso.

A Irmandade constituída por tempo ilimitado tem a sua sede na Cidade de Valongo e exerce a sua acção no concelho de Valongo.

Embora o seu campo de acção possa transcender as áreas da chamada Segurança Social, aos fins que, de modo principal prosseguirá, serão efectivamente, o apoio à família e a protecção à infância e à velhice, através da criação de lares, centros de dia, creches e jardins-de-infância, não esquecendo o apoio domiciliário, e ainda a promoção e protecção da saúde.

Mãe d´agua - Congresso Escolha Educar
Mãe de água - Atividades - Congresso Escolha Educar
Mãe d´água - Praia
Campos de Férias - Mãe d´água

Os Centros de Acolhimento Temporários são estruturas que têm por finalidade o acolhimento de crianças e jovens, no sentido de lhes proporcionar estruturas de vida tão próximas quanto possível às famílias, de forma a garantir os cuidados adequados às suas necessidades e lhes proporcionar condições que permitam a sua educação, bem-estar e desenvolvimento integral.

O Centro de Acolhimento “Mãe d’ Água” destina-se a acolher crianças e jovens de ambos os sexos em situação de perigo com idades compreendidas entre os 0 (zero) meses e os 14 (catorze) anos que residam ou se encontrem em território nacional, priorizando as crianças do concelho de Valongo e do Distrito do Porto.

Objetivos específicos:

  1. Respeitar a individualidade e privacidade das crianças e jovens;
  2. Acompanhar e estimular o seu desenvolvimento físico e intelectual bem como a aquisição de normas e valores;
  3. Garantir, com recurso aos serviços de saúde locais, os cuidados necessários a um bom nível de saúde, particularmente nos aspectos preventivos e de despiste de situações anómalas;
  4. Proporcionar uma alimentação saudável qualitativa e quantitativamente adequada às respectivas idades;
  5. Assegurar os meios necessários à sua formação escolar em cooperação estreita com a família e escola;
  6. Criar, tendo em conta os recursos do meio, as condições para a ocupação dos tempos livres, de acordo com os interesses e potencialidades das crianças.

 

Desta forma, a intervenção no Centro de Acolhimento Mãe d’ Água é orientada por pressupostos que permitam a promoção dos valores essenciais, assim como a interiorização do conceito da família e aceitação da sua história de vida.

 Gosto
Recrutamento

Recrutamento – AFD  – Braga

A Cooperativa M.E. está a recrutar técnicos de AFD para as AEC em Braga.

A Cooperativa de Solidariedade Social Múltipla Escolha, Crl – constituiu-se para satisfazer as necessidades de sector social e educativo a nível nacional, através do desenvolvimento sustentável.

Temos por objetivo prestar apoio à comunidade e às famílias. Pretendemos que as nossas ações se traduzam em ajuda efetiva e que a nossa presença seja uma mais valia para as áreas onde as nossas respostas são prestadas.

 

Cargo: Técnico de Expressões para Valongo

Função: A função do técnico de AEC é dinamizar as aulas do projeto educativo de Expressões junto das crianças do 1º ciclo e sempre com uma perspetiva lúdico-pedagógica.

 

Requisitos:

  • Formação superior em desporto ou equivalentes;
  • Gosto pelo trabalho com crianças
  • Competências socio-relacionais
  • Organização e método;
  • Capacidade de trabalho individual e em equipa.
  • Gosto pelo trabalho com crianças;
  • Competências socio-relacionais;
  • Organização e método;
  • Capacidade de trabalho individual e em equipa.

 

Oferecemos: 

  • Integração em equipa dinâmica e motivada;
  • Contagem de tempo de serviço;
  • Formação contínua;
  • Contrato de prestação de serviços;
  • Remuneração de acordo com a legislação aplicável;
 Gosto
Xadrez para crianças

Xadrez para crianças

Nos últimos anos, o Xadrez tornou-se um projeto muito importante e reconhecido nacional e internacionalmente no ensino das crianças e jovens. Existem muitos países que já consideram uma disciplina obrigatória no currículo escolar.

Há disciplinas ou áreas que as crianças costumam revelar mais dificuldade: o ensino da matemática e das consequentes habilidades matemáticas afiguram-se como uma dificuldade para a maioria dos professores e dos alunos, devido à falta de motivação nas tarefas e da dificuldade inerente à disciplina.

 Gosto Leia mais
Apoio Escolar Online

Apoio Escolar Online

A Câmara Municipal de Valongo e a Cooperativa M.E. têm trabalhado em parceria para dar respostas às necessidades da Educação no 1º ciclo.  Neste sentido, surge o projeto CAF – Apoio Escolar Online, que pretende chegar, de uma forma gratuita, a todos(as)  alunos(a)  1º CEB.

Este projeto tem como objetivo dar uma resposta de qualidade a todas as famílias e seus(suas) educandos(as), oferecendo um apoio no ensino à distância, que pode colmatar as  novas barreiras à aprendizagem.

 Gosto Leia mais
Música para crianças - Expressão Musical

Expressão Musical

Orientações para o planeamento de aulas

Segundo a Pedagogia Musical Wuytack, o conceito de música representa a totalidade da palavra (expressão verbal), do som (expressão musical) e do movimento (expressão corporal). Assim, a aprendizagem começa pela experiência musical: ouvir, cantar, tocar, dançar, mimar, improvisar, criar.

 Gosto Leia mais
À conversa com José pacheco
Pedagogia Para a Autonomia e Aprender a Aprender
Serviços de Apoio à Família_Capa

A Cooperativa M.E. conta com vários projetos educativos nomeadamente a Componente de Apoio à Família (CAF), as Atividades de Animação e Apoio à Família – AAAF e as Atividades complementares de promoção do sucesso escolar, através das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC).

Estas, são respostas sociais às crianças e às famílias para o 1º ciclo do ensino básico, que reforça a generalização do conceito de escola a tempo inteiro.

A CAF, AAAF ou Atividades Complementares funcionam como suporte à família e/ou encarregados de educação, possibilitando a permanência na escola dos alunos fora do horário letivo e interrupções letivas.

 

Componente de Apoio à Família (CAF): procura dar resposta direta às necessidades das famílias das crianças que frequentam o Ensino Básico. Estas atividades socioeducativas de Ocupação de Tempos Livres, são executadas nas instalações dos estabelecimentos de ensino.

  • Acolhimento – Serviço de receção e acompanhamento das crianças no estabelecimento educativo antes do início da componente educativa;
  • Prolongamento de horário – Serviço de acompanhamento e desenvolvimento de atividades de carácter lúdico, em complementaridade com as atividades desenvolvidas na componente educativa, a realizar nas instalações do estabelecimento educativo, após termino das atividades educativas;
  • Interrupções letivas – As atividades de interrupção letiva ocorrem na época do Natal, Páscoa e Férias de Verão (meses de Junho e Julho) e realizam-se através de atividades executadas por monitores qualificados, proporcionando às crianças o desenvolvimento das suas capacidades físicas, intelectuais, criativas e sociais.

Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF): oferecemos aos alunos um conjunto de atividades pedagógicas em contexto pré-escolar, durante os períodos anteriores e posteriores à componente letiva, assim como durante as interrupções letivas. Disponibilizamos diferentes opções para os nossos parceiros tais como acompanhamento, incluindo dias de atividades desportivas orientadas por técnicos e apoio nas refeições (almoços e lanches). A Cooperativa M.E criou uma plataforma on-line onde todas as informações sobre a AAAF devem constar, nomeadamente, inscrições online, caderno de presenças e sumários, partilha e registo diário de trabalhos com os Encarregados de Educação e outras comunicações relevantes com os Encarregados de Educação.

  • Acolhimento – Serviço de receção e acompanhamento das crianças no estabelecimento educativo antes do início da componente educativa;
  • Prolongamento de Horário – Serviço de acompanhamento e desenvolvimento de atividades de carácter lúdico, em complementaridade com as atividades desenvolvidas na componente educativa, a realizar nas instalações do estabelecimento educativo, após termo das atividades educativas;
  • Interrupções letivas – As atividades podem ser realizadas na própria escola ou, caso não haja número suficiente de inscritos, numa escola que reúna os alunos do agrupamento. A supervisão e desenvolvimento das mesmas, deve ser realizado pelo coordenador e monitores responsáveis pelos grupos.

Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC): com as Atividades Complementares proporcionamos às crianças, a possibilidade de prolongamento de horário de acordo com as necessidades das famílias. Os nossos serviços contam com:

  • Dança para crianças;
  • Xadrez para as crianças;
  • Ciências para crianças;
  • Música para crianças;
  • Programação e robótica para crianças;
  • Inglês para as crianças;
  • Ginástica para as crianças;
  • Karaté para as crianças;
  • Yoga para as crianças.

Estes são os 3 grandes projetos educativos que a Cooperativa M.E dispõe de oferta a toda a população escolar e não escolar. No nosso site – https://www.cooperativame.pt/, encontra todas as informações adicionais necessárias para o registo e/ou inscrição dos nossos serviços. Caso disponha de alguma dúvida pode, igualmente, entrar em contato connosco que o auxiliaremos prontamente.

Aprender o Inglês em casa

Quando estamos a aprender inglês, é comum praticarmos os conteúdos através de expressões do cotidiano. Porém, esquecemo-nos de treinar a língua no lugar onde passamos maior parte do tempo (e que agora é o nosso lugar permanente): a nossa casa! A receita é simples, para aprender inglês em casa, precisa ter muita disposição, vontade e organização! Vamos lá espreitar alguns dos desafios que propomos para si.

 

1º Desafio

Aprender o Inglês em casa - DicionárioAdultos: Com o auxílio de um dicionário (ou de um aparelho eletrónico) treinar o nome das divisões da casa, utensílios, mobília, roupa, entre outros. Fazer uma lista dos mesmos e sempre que necessitar dizer o nome do objeto, deverá dizê-lo em inglês. Saber descrever as partes da casa, memorizar algum vocabulário e treinar com aquilo que a nossa casa nos dá é uma ótima opção para aumentarmos a nossa fluência na língua.

Crianças: Com as crianças é possível introduzir palavras e expressões em inglês no dia a dia. É muito fácil cultivar esse hábito e, dessa forma, vão aprendendo e repetindo as expressões usadas. Palavras como: Good morning, please, thank you, I’m sorry, excuse me … serão essenciais para tornar a aprendizagem do inglês não como uma tarefa, mas como o seu ambiente natural.

 

2º Desafio

Aprender o Inglês em casa - Ver filmesAdultos:

Esta dica, poderá parecer um cliché, mas é realmente importante, ver filmes e séries sem legenda! Ter um filme com legendas em português só vai fazer com que o foco para a língua se perca ao ter a tendência de estar com atenção às legendas em português. Através de gestos e do contexto é possível perceber o desenrolar do filme, treinar a audição e absorver conteúdo sem se dar conta.

Crianças: No caso das crianças, uma boa forma de aprender inglês com filmes animados é vê-los sempre com o áudio em inglês. Terão de ser filmes, séries ou programas que lhes capte a atenção e assim, fazer com que associem a palavra à ação, permitindo a aquisição mais fácil da língua. Para além de ser super divertido!

 

3º Desafio

Aprender o Inglês em casaAdultos: Com as músicas, já é um processo diferente em relação aos filmes e séries, pois, de forma a aprender melhor com as canções, deverá ouvi-las seguindo a letra. Na maior parte das vezes, cantamos a canção sem nos apercebemos do que estamos a cantar, apenas nos deixamos levar pela melodia. Mais tarde, percebemos que nos lembramos da música, mas não da letra. Ao cantarmos com a letra vamos treinar a nossa dicção em conjunto com a aquisição de conteúdo.

Crianças:  Cantar músicas estimula vários aspetos da linguagem, como o aumento do vocabulário, compreensão, atenção e discriminação auditiva. Dessa forma, a música também é uma das melhores maneiras de introduzir outra língua a uma criança. Mesmo que não entenda todas as palavras, os gestos e a melodia estimulam a mesma para cantar. Com a constante repetição de canções e uso de gestos a criança vai aos poucos assimilando o novo vocabulário e treinando a pronuncia dos novos fonemas e palavras.